quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Eleições 2010 - Um erro de Marketing

Estão chegando as eleições 2010, mas acho que ainda dá tempo de colocar minha opinião sobre algumas cenas que presencio em minha cidade, mas que são frequentes em qualquer cidade, em todo o território nacional.

Estou me referindo exclusivamente às mulheres feias, mal treinadas, mal arrumadas, mal selecionadas e sem competência que ficam segurando bandeiras de candidatos ou distribuindo santinhos.

Óbvio que, com essa estratégia de péssimo marketing, colocando qualquer pessoa, desesperada por um dinheiro, muita gente humilde é atingida e pode até votar pela lembrança, não pela proposta. Basta você parar e lembra quais são os jingles dos carros de som da tua cidade que você já decorou.

Mas o que questiono é: Será que essas mulheres serão gratas a esses candidatos? Será que elas, após passar as eleições, vão falar bem desse candidato que as deixou mal treinadas, pagou um salário miserável, as deixou embaixo de sol, chuva, frio ou qualquer adversidade?

Questiono-me até se elas vão votar no candidato ao qual fazem campanha ou se acreditam mesmo nos panfletos que distribuem.

Não seria mais eficiente pegar menos pessoas pra trabalhar, pagar um salário melhor, treiná-las e ter a certeza de que, além de uma pessoa a mais, teriam uma pessoa eternamente grata e fiel à sua candidatura, incluindo futuras?

Fica aqui a reflexão para os leitores que por ventura queiram concorrer às eleições em anos posteriores. Valorizar o trabalhador e ao mesmo tempo conseguir um eterno colaborador, vale muito mais do que jogar dinheiro fora com santinhos nos bueiros ou distribuídos a quem sequer os lêem.